TIRE O SEU RACISMO DO CAMINHO QUE EU QUERO PASSAR COM A MINHA COR. Georges Najjar Jr

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

O campeão na vida e no ringue Anderson Silva e sua grande prole.


Com um uniforme azul e vermelho e uma máscara, o Homem-Aranha pula de telhado em telhado com sua teia poderosa. No mundo real do MMA, ele atende pelo nome de Anderson Silva, o imbatível campeão dos pesos médios do UFC desde 2006. Mas para os "Spider Five", o paulista de 36 anos é simplesmente pai. Mesmo impondo respeito com seu 1,88m, ele é nocauteado pelos cinco pequenos grandes amores da sua vida e, por eles, deixa aflorar seu lado criança.
O clã dos Silva começou em Curitiba, quando Anderson conheceu Dayane. Então, veio a escadinha: Kaory, de 15 anos, Gabriel, de 14 anos, Kalyl, de 12 anos, Kauana, de 10 anos, e João Vitor, de 6 anos. Mesmo morando nos EUA, longe dos filhos, o lutador acompanha tudo de perto, até o namoro da filha.

— Quando estão juntos, eles jogam video game, andam de bicicleta, vão ao cinema e jogam futebol no quintal que, por sinal, é o que mais gostam de fazer. Já o dever de casa quem mais ajuda sou eu, porque tenho mais tempo. Mas ele liga sempre perguntando, está de olho em tudo — afirma Dayane.
Anderson Silva, a mulher e os filhos Foto: Arquivo pessoal
Animador das festas de família e palhaço por natureza, Anderson sempre paga mico para a alegria dos filhos, que sempre o acompanham nas brincadeiras.
— Ele é muito engraçado, está sempre imitando alguém, cantando, dançando. Quando se junta com os dois filhos mais velhos, ninguém segura — diz Dayane, aos risos, lembrando que ninguém debocha da voz fina de Spider. — Meus filhos não gostam que imitem. Acham normal a voz dele.
familia de anderson silva
Com treinos e lutas agendadas durante o ano e morando em Los Angeles, a família passa poucos momentos juntos. Viagens acabam sendo raras, mas cada minuto é aproveitado por eles.

— Nossa viagem inesquecível aconteceu recentemente, quando ficamos em Búzios por alguns dias. As crianças gostaram bastante, ainda mais que aprenderam a mergulhar com o pai — conta a mãe.
Mesmo após cinco anos da conquista do cinturão do UFC, a ficha dos filhos sobre o sucesso do pai ainda não caiu. Pelo menos todos agem com naturalidade.
— Eles lidam com tranquilidade. As pessoas perguntam: "Você é filho do Anderson Silva"? E eles respondem: "É, sou"... — afirma a mãe, contando quem dos cinco poderia seguir os passos do pai. — O Gabriel deve seguir, ele já está treinando e gosta muito. O João treina, mas é muito pequeno e fala em ser veterinário. Já o Kalyl adora futebol e quer ser jogador. As meninas nem pensam nisso.
Mesmo assim, Kaory é a única que acerta jabs, diretas e uppers, colocando o pai no chão do octógono.
— Ela consegue tudo o que quer. É muito grudada, a única que derruba ele. Mas chega a passar mal quando o vê lutar. Mal assiste. Mas todos sofrem e dão conselhos. E quem não os ouve? — diz.
Fonte: Extra Globo